Untitled Document




18-12-2016 17:36

É PRECISO CELEBRAR

Frei Mário Sérgio, ofmcap

A vida precisa ser celebrada! Existem momentos que marcam, profundamente, a vida de toda pessoa. Cada acontecimento tem uma força misteriosa para cada um. Ninguém vive a mesma experiência, com a mesma verdade, com a mesma intensidade. Cada um faz a sua experiência pessoal. É bem verdade que existem elementos que são comuns, mas o modo de receber as vibrações é bem particular.

As datas têm uma força mística, não tenho dúvida disso. Mesmo sabendo das manipulações que as datas sofrem (políticas, econômicos, religiosas, sociais, culturais etc) ou sofreram, ao longo de suas existências, não se pode negar a importância de celebrá-las.

As frases são as mesmas: natal é todo dia; dias das mães é todo dia; dia das crianças é todo dia... E por aí se vai... Penso que os frutos dessas datas devem ser vividos todos os dias, mas eles acontecem numa data pontual, que é uma grande oportunidade de celebração, de reflexão, de fazer memória, de crescimento pessoal e comunitário.

Estamos em tempos de esvaziamentos. Queremos tirar o sentido de todas as coisas, com a ideia de que aquilo não tem mais razão de existir. A Igreja nunca abriu mão dos seus ritos, que se repetem a cada ano, com a mesma intensidade, com a mesma unção, com o mesmo poder transformador de vidas.

A liturgia da Igreja é sempre nova. Os ritos são sempre novos. Os textos bíblicos são sempre atualizados.

Por isso, é importantíssimo celebrar o Natal. Re-viver o maior acontecimento da história da humanidade, para os cristãos. Não podemos achar que todos os natais já foram celebrados, qual nada, toda celebração tem o cheiro do passado e o gosto do presente. Que a luz do Menino de Belém, afugente as trevas do nosso coração, da nossa mente, e do nosso desejo de trilhar os caminhos do Senhor, nossa verdadeira Luz.



© Todos os Direitos Reservados à Paróquia Santo Antônio - Capuchinhos

Avenida Presidente Dultra - Capuchinhos, Feira de Santana - Ba

Tel: (75) 3625-1910